Burela aumenta hegemonia com reviravolta épica



O Burela da portuguesa Jenny conquistou novamente o Campeonato Espanhol de Futsal Feminino.

Com algumas baixas por lesão, entre elas a portuguesa Jenny, a brasileira Cilene e a espanhola Cris, todas elas peças muito importantes dos últimos anos da equipa, às quais se junta Cely Gayardo que reforçou o Burela esta temporada e acabou por não conseguir contribuir em campo, as galegas venceram o Futsi Atlético da lusodescendente Albita numa final épica.

Se o Burela até tinha tido boas oportunidades na primeira parte onde se mostrou muito perdulário, o Futsi Atlético acabou por ser mais frio e conseguir finalizar com sucesso duas boas oportunidades.

Primeiro aos 9 minutos quando Lorra recupera a bola após corte de Cami e serviu Ju Delgado que só com Jozi pela frente rematou forte e rasteiro para o 1-0, e cerca de dois minutos depois Becha serviu Ari, e a brasileira com demasiado espaço mostrou-se mais uma vez mortífera e rematou a contar para o segundo das madrilenas, mantendo-se esse 2-0 até ao intervalo da partida, tendo ainda Jane permitido a Belen uma defesa num livre de 10 metros.

Depois desta primeira parte onde tudo parecia correr mal ao Burela, a segunda tinha ser muito diferente para esta equipa conseguir dar a volta ao encontro e revalidar o titulo, algo que acabou mesmo por acontecer.

Dany reduziu aos 25 minutos. Depois de duas excelentes oportunidades desperdiçadas na primeira parte, a experiente pivot espano-brasileira bateu Belen depois de um canto em balão de Cami que Bea Mateos rematou sem deixar cair e que viu então a numero 3 desviar para o 2-1.

No minuto seguinte, novo canto do mesmo lado com Luisa Mayara a servir Dany e esta a dar de calcanhar para Ale de Paz rematar a contar, tendo a bola ainda desviado em Maria Sanz e traído a guarda-redes do Futsi, que teve de esperar apenas mais um minuto para ir buscar novamente a bola ao fundo das redes após remate de Leti para defesa incompleta da guarda-redes que Ale de Paz aproveitou para bisar na partida e completar a cambalhota de 2-0 para 2-3 em cerca de 2 minutos.

Este era mesmo o dia de Ale de Paz que aos 32 minutos apareceu sozinha e servida por Jane encostou para o quarto do Burela e terceiro da sua conta pessoal, sendo que este resultado se manteve até pouco mais de 1 segundo do fim quando Cami aproveitou o facto do Futsi apostar no 5x4 para fazer de área a área o 5-2 final.

Com esta vitória o Burela festejou assim nova conquista do Campeonato, sendo já o 7º troféu nacional consecutivo entre Campeonato, Copa e Supercopa, tendo conquistado todas as competições nacionais que disputou desde a Copa de La Reina de 2018/19, somando assim 3 copas, 2 supercopas e 2 campeonatos de forma consecutiva.



Vídeos
Jorge Braz quer Portugal focado em si mesmo frente à Tailândia
Ricardinho: "Os favoritos são sempre os mesmos. Vamos tentar intrometer-nos nesse lote"
Jorge Braz "É muito difícil e vai ser cada vez mais mas gostamos de coisas difíceis e é para a final que apontamos"
Nuno Dias analisa Sporting CP no arranque da temporada 2021/2022
Pulpis analisa SL Benfica no arranque da temporada 2021/2022
Jorge Braz anuncia convocados para o Mundial da Lituânia
Cascavel faz 3 golos em inferioridade numérica.
Jorge Braz analisa grupo de Portugal no Mundial 2021
Sorteio do Mundial da Lituânia
Entrevista de João Miguel ao Canal 11
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade