SC Braga vence Viseu 2001, após primeira parte de grande nível



O Jogo iniciou-se com o Braga a tentar mandar na partida e a tentar marcar cedo. Os Gverreiros do Minho tiveram nos pés de Tiago Brito e de Pola, ainda antes dos 2 minutos de jogo.

Com uma entrada muito forte, foi mesmo, Tiago Brito a marcar, na segunda oportunidade que teve para fazer golo e após ter levado cartão amarelo. O 6 da equipa do SCBraga aproveitou ums bola meio perdida à entrada da área e atirou a contar.

O Viseu 2001 deu um ar da sua graça ao miuto 8, quando, Kiko, solta na direita do ataque, atirou para  uma grande defesa de Leandro Costa.

O Braga continuava dono e sr. do jogo e o 2-0 apareceu após um livre estudado do conjunto de Bruno Guimarães, finalizado por Rúben Santos (9 minutos).

Passados 3 minutos, o Viseu consegue encurtar distâncias e Digão, marca o seu primeiro golo na Liga Placard.

O Braga estava muito forte na partida e ainda antes do intervalo, consegue aumentar por mais duas vezes a vantagem no marcador, primeiro num grande golo de Sérginho que após assistência num canto cobrado à direita por Vítor Hugo e de primeiro atirou para o fundo das redes de Júlio César, a equipa Bracarense estava forte nas bolas paradas e novo golo surge em mais uma bola parada, desta feita, Tiago Brito bate o canto à direita e Vítor Hugo da Silva, esquecido ao segundo poste, só tem de colocar a bola no fundo da baliza e aumentar a vantagem para 5-1.

Na segunda parte o SC Braga baixou o ritmo de jogo, sendo que até aos 10 minutos as notas de maior interesse foram o remate de Mamadu à barra, a expulsão de Tiago Brito ao minuto 27, após ver o segundo cartão amarelo e a grande defesa de Vítor Hugo a remate de Digão.

Nota negativa, para os muitos amarelos dados pela equipa de arbitragem composta por, Gustavo Pereira (AF Porto) e Wilson Soares (AF Aveiro).

Quanto ao jogo, vitória justa do Braga que vence pela primeira vez na prova, já o Viseu 2001 continua sem vencer.


Vídeos
Jorge Braz: "Um jogo onde desde o início demonstrámos uma ambição gigantesca para vencer"
Jorge Braz quer Portugal focado em si mesmo frente à Tailândia
Ricardinho: "Os favoritos são sempre os mesmos. Vamos tentar intrometer-nos nesse lote"
Jorge Braz "É muito difícil e vai ser cada vez mais mas gostamos de coisas difíceis e é para a final que apontamos"
Nuno Dias analisa Sporting CP no arranque da temporada 2021/2022
Pulpis analisa SL Benfica no arranque da temporada 2021/2022
Jorge Braz anuncia convocados para o Mundial da Lituânia
Cascavel faz 3 golos em inferioridade numérica.
Jorge Braz analisa grupo de Portugal no Mundial 2021
Sorteio do Mundial da Lituânia
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade