Fundão a vencer no duelo dos postes



No Pavilhão Municipal do Fundão, o AD Fundão venceu o SCU Torrense por 5-3 e conseguiu assim manter a invencibilidade num duelo marcado pela intensidade, bom futsal e pelos postes.

O jogo começou desde cedo muito rápido, as duas equipas a mostrar velocidade e técnica. Duelo começou muito intenso, não demoraram para surgir oportunidades para ambos os lados, mas a primeira equipa a marcar foi mesmo o Fundão, Thalles a assistir Nem, uma bela jogada do Fundão que começava assim ao minuto 2 a vencer neste encontro. A resposta do Torreense não tardou, Adailton a ser o jogador mais da equipa de Mário Silva, mas a equipa do Torreense ia conseguindo somar oportunidades, em todas elas estava Luan para negar e fechar a baliza do AD Fundão. Quando não era Luan, eram os postes da baliza que impediam o SCU Torreense a chegar ao golo. Nuno Couto foi obrigado a parar o jogo depois do Torreense dispor de diversas oportunidades, tentou acalmar a equipa e a verdade é que não demorou para surgir um novo golo. Thalles mais uma vez a assistir para novo tento do Fundão, desta vez foi para Nem que só teve de encostar ao segundo poste. Pouco menos de um minuto depois e novo golo do Fundão, desta vez foi Nem a aparecer para assistir, ele que ganhou a bola no um para um e colocou em Felipe Leite que assim dilatou a vantagem da equipa da casa. Nos últimos minutos no primeiro tempo, o jogo ficou ainda mais eletrizante, mais oportunidades de lado a lado e o Torreense a chegar ao golo, erro de Bebé que deixou Djaelson isolado na cara de Luan e a Figura da Jornada anterior não desperdiçou. Ainda antes do intervalo, quinta e sexta falta para o Torreense, a equipa colocava-se numa situação ainda mais delicada, mas na conversão Thalles atirou à barra de João Silva.

No segundo tempo, Torreense começou melhor, a equipa estava em busca de recuperar e conseguiu mesmo dispor de algumas chances. Djaelson deixou o primeiro aviso, mas o jogo manteve a toada que tinha tido até então, oportunidades de lado a lado e ritmo muito elevado. O primeiro golo desta segunda parte, surge de um livre muito bem marcado, onde Thalles assiste categoricamente Mário Freitas que aumentou assim a vantagem do Fundão. Resposta do Torreense, Adailton com nova oportunidade, mas nada mudava, jogo intenso e de alto nível. Já dentro dos dez minutos finais, Mário Silva parou o jogou e lançou o 5x4, apostando em Ivo Oliveira como guarda-redes avançado, a verdade é que o Fundão foi defendendo e conseguindo impedir que a equipa do Torreense criasse perigo junto da baliza de Luan. Poucos minutos depois, foi mesmo a equipa do Fundão a criar novamente perigo, desta vez foi um remate de Kutchy que viu João Silva defender muito bem. Já nos últimos minutos, quinta falta para o Torreense, pouco depois Adailton com nova chance de golo e com a equipa de Torres Vedras por cima, o golo aconteceu mesmo, desta vez a surgir depois de um erro de Thalles que Djaelson aproveita e assiste Rafa Félix para o golo. Nuno Couto parou o jogo imediatamente e como resposta a equipa da casa conseguiu mesmo chegar ao golo, desta vez foi Felipe Leite a assistir para o golo de Thalles. Para terminar este grande jogo, ainda um novo golo, Djaelson conseguiu bisar e fazer o 5-3 final. AD Fundão garante assim a sua segunda vitória e o SCU Torreense perder pela primeira vez nesta temporada.

Na próxima jornada, o AD Fundão vai até Guimarães defrontar o CR Candoso/Natcal e o SCU Torreense recebe o Leões de Porto Salvo.


Foto: SC Torreense 




Vídeos
Jorge Braz: "Um jogo onde desde o início demonstrámos uma ambição gigantesca para vencer"
Jorge Braz quer Portugal focado em si mesmo frente à Tailândia
Ricardinho: "Os favoritos são sempre os mesmos. Vamos tentar intrometer-nos nesse lote"
Jorge Braz "É muito difícil e vai ser cada vez mais mas gostamos de coisas difíceis e é para a final que apontamos"
Nuno Dias analisa Sporting CP no arranque da temporada 2021/2022
Pulpis analisa SL Benfica no arranque da temporada 2021/2022
Jorge Braz anuncia convocados para o Mundial da Lituânia
Cascavel faz 3 golos em inferioridade numérica.
Jorge Braz analisa grupo de Portugal no Mundial 2021
Sorteio do Mundial da Lituânia
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade