Sporting vence em Sandim sem sofrer



O Sporting venceu, este sábado (16 de outubro), em Sandim, por 3-0, frente ao Modicus. A equipa leonina termina a segunda jornada com duas vitórias, enquanto o Modicus soma já a segunda derrota. 

O Clube de Alvalade entrou mais forte na partida e acabou por se colocar cedo em vantagem, com um auto-golo de Uesler aos 5 minutos, depois de grande jogada individual na ala de Erick Mendonça, que remata para defesa de Gerson e ainda toca no jogador da casa para o tento. Pouco depois, aos oito minutos, foi a vez de Alex Merlim fazer das suas, com um golo de chapéu de belíssima execução. No entanto, o Modicus chegou cedo às 5 faltas (7 minutos), e mesmo assim se conseguiu soltar no encontro - destaque para a bola ao poste de Márcio Moreira (11'), melhor oportunidade dos homens de Sandim. O Modicus acabaria mesmo por fazer a sexta falta, mas Gerson Pinho defendeu o livre de 10 metros batido por Caio Ruiz, não permitindo que os leões aumentassem a vantagem até ao intervalo (2-0). Boa exibição de Guitta, a manter o controlo e o foco na sua baliza.

No regresso dos balneários, foram novamente os leões a entrarem melhores na quadra. Aos 24 minutos, Diego Cavinato faz o gosto ao pé depois de canto marcado por Merlim e fecha o marcador. Os minutos que se seguiram foram de ânimos exaltados, protagonizados por um bate-boca entre Ludgero Lopes e o treinador do Sporting, Nuno Dias, em que ambos acabaram expulsos da partida. No reatar, Diego Cavinato também veria segundo amarelo e acabaria expulso. O Modicus ainda tentou surpreender os leões, com a aposta no 5 para 4 a cerca de 3 minutos do final do encontro, mas sem efeito.

Na próxima jornada, o Sporting recebe o Portimonense, no Pavilhão João Rocha (quarta-feira), enquanto o Modicus vai até ao reduto do Nun´Álvares. Destaque para o facto de o Clube de Alvalade ainda não ter sofrido qualquer tento nestas duas jornadas, enquanto os homens de Sandim ainda não conseguiram marcar.

Fotografia: AD Modicus



Vídeos
Jorge Braz: "Um jogo onde desde o início demonstrámos uma ambição gigantesca para vencer"
Jorge Braz quer Portugal focado em si mesmo frente à Tailândia
Ricardinho: "Os favoritos são sempre os mesmos. Vamos tentar intrometer-nos nesse lote"
Jorge Braz "É muito difícil e vai ser cada vez mais mas gostamos de coisas difíceis e é para a final que apontamos"
Nuno Dias analisa Sporting CP no arranque da temporada 2021/2022
Pulpis analisa SL Benfica no arranque da temporada 2021/2022
Jorge Braz anuncia convocados para o Mundial da Lituânia
Cascavel faz 3 golos em inferioridade numérica.
Jorge Braz analisa grupo de Portugal no Mundial 2021
Sorteio do Mundial da Lituânia
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade