Elétrico vence nos últimos segundos



O Elétrico FC venceu o AD Fundão por 3-2, num jogo que teve de tudo e onde a equipa da casa esteve em desvantagem. Russo carimbou a cambalhota e acabou por garantir assim o triunfo suado à turma de Ponte de Sor que somou assim o quarto triunfo consecutivo, já o Fundão somou assim o terceiro jogo sem vencer. 

No começo de jogo, o Fundão foi a primeira equipa a criar perigo, Thalles com um remate muito perigoso deu o mote para a equipa de Nuno Couto que uns minutos depois chegou ao golo, Felipe Leite a abrir o marcador depois de uma grande jogada de Mário Freitas que assim chegou à sexta assistência na Liga Placard reforçando assim o estatuto de um dos homens que mais serve para golo os seus colegas nesta Liga Placard. A resposta do Elétrico não se fez tardar e menos de um minuto depois a equipa de Ponte de Sor empatou a partida, jogada individual de Peixinho que assim deixou novamente tudo igual na partida. O jogo continuou muito equilibrado, com um ritmo muito elevado e com oportunidades para ambos os lados. Já dentro dos 5 minutos finais do primeiro tempo, o Fundão começou a superiorizar-se e acabou mesmo por chegar ao golo, desta vez foi Peléh que assistiu Bebé para o golo, o ala do Fundão chegou assim ao seu terceiro golo neste campeonato e recolocou a turma da beira Baixa em vantagem. O conjunto do Elétrico ainda tentou responder, João Freitas Pinto parou o jogo, mas até ao intervalo o resultado não se alterou, o único lance de maior destaque até ao final dos primeiros vinte minutos foi a expulsão de Paulo Pereira que defendeu a bola fora da área.

Depois de uns 20 minutos muito intensos, o segundo tempo começou com o Elétrico em vantagem numérica e com intenções de aproveitar essa superioridade. A equipa de João Freitas Pinto dispôs de muitas oportunidades, mas Tiago Couto esteve magistral a negar o golo à turma de Ponte de Sor. O Fundão assim que voltou a ter 5 elementos em jogo conseguiu equilibrar a partida a começar a dispor das oportunidades mais perigosas. Duelo muito equilibrado, as duas equipas a conseguir chegar junto da baliza adversária, mas o resultado demorou para se alterar. O jogo viria a ficar de loucos já dentro dos 5 minutos finais, primeiro o Elétrico chegou ao golo do empate, Ygor Mota com uma bomba a restabelecer a igualdade neste jogo, logo de seguida Nuno Couto parou o jogo para lançar o 5x4, mas mesmo com alguma superioridade o golo não surgiu e foi João Freitas Pinto que já a poucos segundos do final do jogo que parou o jogo de forma decisiva, ao lançar o 5x4 que resultou no terceiro golo da partida. Ygor Mota depois de fazer o empate, serviu Russo que fez assim a cambalhota no marcador e que deu a vitória ao Elétrico.

Na próxima jornada, o Elétrico FC vai até Oeiras para defrontar o CR Leões de Porto Salvo, já o AD Fundão vai receber SC Braga. 


Vídeos
À lei da bomba (e de Guitta)
Jorge Braz: "Um jogo onde desde o início demonstrámos uma ambição gigantesca para vencer"
Jorge Braz quer Portugal focado em si mesmo frente à Tailândia
Ricardinho: "Os favoritos são sempre os mesmos. Vamos tentar intrometer-nos nesse lote"
Jorge Braz "É muito difícil e vai ser cada vez mais mas gostamos de coisas difíceis e é para a final que apontamos"
Nuno Dias analisa Sporting CP no arranque da temporada 2021/2022
Pulpis analisa SL Benfica no arranque da temporada 2021/2022
Jorge Braz anuncia convocados para o Mundial da Lituânia
Cascavel faz 3 golos em inferioridade numérica.
Jorge Braz analisa grupo de Portugal no Mundial 2021
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade