Bernardo Paçó foi herói nas grandes penalidades. Sporting CP vence Supertaça diante do SL Benfica



O Sporting conquistou hoje a 11.ª Supertaça de futsal, a quinta consecutiva, ao vencer o Benfica, por 3-1 no desempate nas grandes penalidades, depois da igualdade 3-3 no tempo regulamentar e 4-4 no prolongamento.

Em Matosinhos, o guarda-redes ‘leonino’ Bernardo Paçó defendeu os penáltis cobrados por Arthur e Diego Nunes, depois de Rocha ter acertado no poste da baliza ‘verde e branca’, tendo apenas sido batido por Bruno Coelho, enquanto Cavinato, Pany Varela e Erick Mendonça converteram com sucesso os castigos máximos.

Depois de uma igualdade 0-0 na primeira parte, os rivais empataram 3-3 na segunda parte do tempo regulamentar. João Matos deu vantagem ao Sporting, aos 21 minutos, Diego Nunes respondeu quase de imediato, aos 22, tendo Erick Mendonça, aos 23, e Esteban Guerrero, aos 32, adiantado os ‘leões’ e Rocha, aos 36, e Arthur, aos 38, levado o jogo para prolongamento.

O Sporting voltou a marcar primeiro, pelo russo Solokov, aos 44, tendo o seu compatriota Chishkala empatado de seguida, aos 45, relegando a decisão para as grandes penalidades, nas quais o bicampeão nacional e vencedor das quatro últimas edições da Taça de Portugal selou a conquista da sua 11.ª da Supertaça, mantendo o domínio no historial da competição, com mais três títulos do que o Benfica.

O último troféu que o Benfica conquistou foi a Taça da Liga 19/20, ainda com Joel Rocha ao leme - e antes da pandemia.

O Sporting soma 7 títulos consecutivos internamente, uma hegemonia que já dura desde 2020 e que o Benfica procura quebrar

foto - fpf






Vídeos
Os melhores da jornada 7 da Liga Placard
Os melhores golos da Jornada 6 da Liga Placard
Os melhores golos da Jornada 5 da Liga Placard
Os melhores golos da Jornada 4 da Liga Placard
Os melhores golos da Jornada 3 da Liga Placard Futsal
Os melhores golos da Jornada 2 da Liga Placard Futsal
Os melhores golos da Jornada 1 da Liga Placard
Ricardinho em entrevista ao Goucha, na TVI
Pato: "Fizemos coisas boas, importantes, mas ainda temos de melhorar"
Nuno Dias: "Está tudo ainda muito precoce"
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade